Friday, November 20, 2015

FIFA e CBF...

Analisando recentemente o Mundo do futebol, principalmente, os dirigentes da FIFA e da CBF, todas as pessoas que gostam de futebol, sentem-se constrangidos, desacreditados e envergonhados, com relação as entidades e dirigentes que controlam o futebol Mundial. Aquela desconfiança que já era presente nas pessoas, continuam ainda mais fortes, pois, verificando os últimos acontecimentos, é bem provável, que o campeão de uma Copa do Mundo seja o País que os dirigentes concordarem e, que os patrocinadores concordarem. Eu acredito nesta possibilidade. O que realmente interessa para esta classe é o dinheiro, mesmo que para isto, alguma Seleção seja massacrada, penalizada e, sujeitada às condições que lhe forem impostas, ou seja, tendo que perder uma Copa do Mundo, por causa de outros interesses. Se o grande objetivo dos dirigentes é apenas o dinheiro, é possível que haja manipulação de resultados dentro de campo e extra-campo. Está na hora de banirmos a corrupção no meio do futebol, para que haja mais alegria e justiça para todos os clubes e torcedores. A corrupção não pode reinar e destruir sonhos. É preciso haver justiça para todos os clubes e dirigentes que aproveitam-se de meios ilegais, para vencerem. Vencer é natural, porém, que vença a Seleção de um País ou um Clube de Futebol melhor preparado e, que ofereça espetáculos e magia dentro de campo. A estruturação e magia no futebol só existirá com a destruição da corrupção e, o fim da lavagem de dinheiro, por uma pequena classe corrupta e aproveitadora, presente no Mundo. Um abraço

Tuesday, September 2, 2014

COPA 2014 FINALIZADA EM JULHO NO BRASIL

A Copa 2014 no Brasil foi considerada, de certa forma, um sucesso. Os comentários pré-copa, de que o evento não aconteceria, foram desestabilizados e inutilizados. Ao iniciar o maior campeonato de futebol do Mundo, todas as manifestações calaram-se e, as pessoas começaram a apoiar a Copa e a Seleção Brasileira. As empresas jornalísticas estrangeiras, divulgantes de fatores negativos direcionados ao Brasil antes de iniciar o campeonato, tiveram que calarem-se, ao presenciarem o positivismo da 1a. fase e, o bom evento sediado pelo Brasil. As torcidas de ambas as partes do Mundo festejaram, mantendo-se firmes, alegres e entusiasmadas com o País sede da Copa e suas seleções. Foi na realidade, um mês de festas e união entre diferentes povos e culturas. As seleções participantes mantiveram o bom nível do futebol, fazendo muitos gols e travando batalhas interessantes dentro de campo. A Seleção Brasileira, por jogar em sua própria casa, foi considerada um fiasco, sem rumo certo, desorientada e sem capacidade para vencer o evento mundial internamente. Na realidade, ela não foi treinada e preparada para ganhar a Copa e sim, para perder. Não havia conjunto e entrosamento entre os jogadores. O esquema tático defendido por Felipão foi ultrapassado, principalmente, pelas seleções de Alemanha e Holanda, que mostraram-se mais coerentes e competitivas, ou seja, bem melhores organizadas, treinadas e desenvolvidas. Na verdade, no intervalo de um jogo para o outro, a Seleção Brasileira não treinava o suficiente para o entrosamente ideal da equipe. Precisava de mais, muito mais treinamentos e responsabilidades, procurando um equilibrio perfeito, com um conjunto coerente e envolvente, capaz de ganhar o campeonato. Sem um trabalho tático avançado, para desestabilizar àquelas grandes seleções bem preparadas e, sem coerência entre jogadores, nenhuma seleção ganhará uma Copa do Mundo. Que esta Copa sirva de lição para o Brasil, para que em 2018, caso se classifique nas eliminatórias, não passe outra vergonha. Ver uma seleção pentacampeã levar 7 x 1 numa semifinal de copa é de tirar o fôlego de qualquer torcedor. Quando joga-se duas grandes seleções, ambas campeãs do Mundo várias vezes, é natural que uma ou outra vença um jogo importante, porém, perder ou ganhar com um placar tão elástico igual o Brasil perdeu para a Alemanha, não é muito normal. Levar 10 gols na semifinal e decisão do terceiro e quarto lugares é demais para a Seleção Brasileira. Realmente acredito, que somente ela será campeã desta façanha por alguns anos e, dificilmente veremos uma outra grande seleção no planeta levar tantos gols assim. O Brasil perdeu a Copa em casa mais uma vez, porque não foi preparada e treinada para ser campeão, porque não teve dignidade para com seu povo - uma população de 202 milhões de pessoas. Perdeu porque montaram um grupo para ser derrotado. Todos sabem que por trás de tudo isto, existe grandes interesses e, até porque, se pudesse ganhar sempre, a Copa do Mundo perderia um pouco o seu brilho, tornando-se menos atrativa, ou seja, sem graça. Existem outras grandes seleções com potencial e, pela tradição que ambas têm no futebol, merecem sagrarem-se campeãs futuramente. Cito a própria Argentina e Holanda, como exemplo. A Alemanha foi a grande campeã merecidamente. Ela chegou no Brasil preparada e destinada à ganhar a Copa e, para isto, não mediram esforços, pois, o único objetivo desta seleção era vencer o torneio em terras brasileiras. Eles treinavam com sol ou sem sol, pela manhã, meio dia ou a tarde, procurando uma melhor adaptação ao clima do País e, desta maneira, prepararem-se para os diversos jogos em diferentes Estados e climas no Brasil. Escolheram um local fantástico para hospedarem-se. No espaço escolhido, encontraram toda a paz que precisavam para o trabalho conjunto da equipe. A Alemanha chegou no Brasil com cara de campeã. Foi a Seleção que apresentou um futebol mais bonito, envolvente, coerente e alegre, avançando dentro de campo e, levando seus adversários à derrota com facilidade. Foi campeã porque tinha um esquema tático avançado e definido para a várias situações que pudessem encontrar pela frente, portanto, superior às demais seleções participantes. O conjunto era bem estruturado e definido modernamente. Após as derrotas nas últimas duas copas, inclusive perdendo em sua casa em 2006, a Alemanha começou repensar seu futebol, investindo em suas bases e, incentivando o desenvolvimento e evolução de um futebol moderno, para fazer diferença no futuro. Parabens à Alemanha pela superioridade e belíssima Copa conquistada no Brasil. "Edmilson Vidal"

Bem-vindo ao Facebook - acesse, cadastre-se ou saiba mais.

Bem-vindo ao Facebook - acesse, cadastre-se ou saiba mais.

Monday, May 19, 2014

Arena Corinthians e Copa 2014

A Arena Corinthians, ou simplesmente, denominado Itaquerão por muitas pessoas, está muito bonita. A infra-estrutura ao redor do estádio é muito boa, o estacionamento é grande, em ambos os lados do estádio. O Metrô tem ligação direta com o estádio, portanto, o acesso é muito fácil. Fui lá de metrô e não vi nenhuma dificuldade em chegar no local. As pessoas que forem assistir os jogos da Copa 2014, não terão do que reclamar, sejam brasileiros ou estrangeiros, todos irão gostar do espaço físico que irão encontrar. A Copa 2014 será muito difícil e, ninguém terá facilidades. Os participantes que quiserem alcançar a glória, vencendo no final o campeonato, terão que se esforçarem e jogarem muito. Nem mesmo o Brasil terá moleza pela frente. Todos os jogos serão difíceis, pelo bom preparo de ambas as seleções. O Brasil enfrentou a Croácia e venceu, porém passou por dificuldades dentro de campo. É preciso um bom preparo psicológico e físico, união entre o grupo e, trabalhar muito para o objetivo real, que é vencer a Copa 2014. Um outro exemplo claro é analisar o jogo entre a Espanha e Holanda. A Holanda está tão bem preparada que arrasou a Espanha que, provavelmente, se não corrigir suas falhas a tempo, voltará para casa mais cedo. No grupo da Itália tem três campeões mundiais e, é pena que uma das 3 grandes seleções, deixará a Copa ainda na 1a. fase. Pessoalmente, não acredito que o Uruguai vá sair na fase 1. Acredito que, ou Itália ou Inglaterra, uma destas, sairá na 1a. fase. Começem a chorar agora, a coisa vai ficar muito complicada, para estas 3 grandes seleções. Vejo a Alemanha, Argentina, Holanda e Brasil bem. Acredito que uma destas 4 seleções vencerá a Copa 2014. Tomara que seja o Brasil.

Tuesday, February 25, 2014

Eleições 2014 / Protestos / Copa 2014

Acredito na reeleição da atual Presidente, pelo simples fato de não haver um outro candidato, capaz de fazer a grande diferença para o Brasil, porém, não será o suficiente, a não ser que haja união de todos os partidos políticos para o bem-estar do País. Não existe salvador da pátria - isto é coisa de novela. Existe sim, pessoas mais sérias e mais dedicadas, capaz de modificar algo que, anteriormente, parecia impossível. Sabemos que o Brasil precisa de mais, muito mais projetos, para o desenvolvimento e crescimento. No entanto, não é modificando o que já existe e está dando certo, que o Brasil vai alavancar de uma hora para outra e, vai sim, porém, com paciência, desenvolvendo projetos de sustentação e apoio para o desenvolvimento e, principalmente, investindo pesado na educação básica e profissional. O País precisa de uma base mais consistente que lhe ofereça suporte e, não dependa apenas da mão de obra externa e projetos externos, para chegar ao desenvolvimento. A inovação será um caminho a ser percorrido e, que precisa de investimento mais elevado. Será o caminho que permitirá o Brasil crescer. Investir em tecnologias, permitindo e lutando para que, grande parte das tecnologias que serão utilizadas daqui para frente, sejam desenvolvidas internamente, principalmente, a parte de ferramentaria e, novos projetos automobilísticos, eletrônicos e softwares, etc. Manter centros de pesquisas atuando, serão fundamentais para os suportes necessários, descobertas e desenvolvimentos de novos produtos. Trabalhar pesado na infra-estrutura do País para facilitar o escoamento de produtos, também, será fundamental. Os protestos recentes servirão de lição e até mesmo aprendizado, para toda as esferas da política brasileira, porém, sou totalmente contra pessoas vandalas, que se aproveitam destas manifestações para destruirem os bens privados e estatal, sendo que somos nós mesmos quem pagaremos por esta irresponsabilidade. Se destruirmos o que já existe,teremos que pagarmos outra vez para reabastecer o mesmo produto. Se destruimos os bens privados, também, teremos que arcarmos com os prejuizos causados ao patrimônio privado. Portanto, sei da grande dificuldade que tem a Presidente Dilma com relação a todos estes protestos - não é fácil governar o Brasil. O País é muito grande, apresentando problemas à serem solucionados em todas as áreas - uns menos problemáticos, outros difíceis. Se os protestos realmente fossem pacíficos, sem qualquer tipo de violência, apenas com cobranças seriam ótimos, entretanto, ainda existe uma minoria destruidora que, aparentemente, não querem que o Brasil se desenvolva. O prazer de alguns, me parece, que é ver o País destruido e sem crédito. A Copa 2014, gerará um gasto violento ao País, porém, ela tem que acontecer. Muitas pessoas hoje são contra o evento, no entanto, estão protestanto na hora errada. Por que não protestaram no momento quando o Brasil estava sendo escolhido o País sede da Copa 2014? Talvez estivessem modificado a escolha pela Fifa. Os gastos para sediar a Copa são quase 3 vezes mais. Acredito em erros de projetos e uma visão real do que faltava e deveria ter sido incluso, para acrescer tanto os valores referentes as contruções dos estádios, melhorias nas facilidades de acessos, melhorias aeroportuárias e segurança, entratanto,a Copa vai acontecer. Com certeza deixará um legado - estádios modernos, com uma melhor infra-estrutura nas cidades sedes, porém, todo este dinheiro gasto com a Copa, resolveria grandes problemas na parte da saúde e, até mesmo, na questão educação, que é a base mais forte para o desenvolvimento de um País. Neste momento, até chegar a Copa, as pessoas precisam pararem com estas confusões e, neste instante, já que o evento acontecerá, apoiarem. Vamos ajudar o Brasil em casa e, após a Copa, cobrem melhorias dos governantes. Não será viável, que saiam nas ruas fazendo protestos no momento da Copa. Não podemos fazer isto. As pessoas precisam refletirem melhor sobre suas atitudes equívocas e erradas e começarem seguir o caminho da responsabilidade, sem destruição e, principalmente, sem causar nenhum prejuizo à população em geral. Se as pessoas querem cobrar, cobrem no momento certo. Todos terão esta chance futuramente, afinal, teremos várias eleições até 2018. Querem cobrar que cobrem melhorias em toda as áreas, porém, não destruam o que já temos e, que saiu dos impostos pagos por todos os brasileiros. Cobrem no momento mais oportuno que terão - as eleições futuras. Edmilson Vidal Gomes

Saturday, January 4, 2014

Dificuldade do Estado Brasileiro no combate à violência dentro e fora dos presídios

O Estado Brasileiro aparenta ter muita dificuldade no controle e combate à violência dentro e fora dos presídios do País. Analisando toda a violência gerada nas Regiões do Brasil, inclusive com um alto acrescimo nos últimos anos, entendemos que já não há um controle eficaz da justiça brasileira a respeito desta grave causa. Muitas vezes o que entendemos é que eles são manipulados e têm muito medo de enfrentar a ferro e fogo toda essa violência gerada e dominada pelas pessoas que mantêm o tráfico em nosso País, não podendo fazer muita coisa para modificar todo este cenário. Será preciso uma reação positiva imediata, mesmo que para isto, seja preciso a unificação dos militares e civis, juntos ao exército do País. O que realmente não pode, é continuar com todos estes atos negativos e, não tomarem uma atitude e desenvolverem um plano para combater toda esta violência, que a cada dia destroi muitas vidas e famílias em todas as regiões brasileira.